top of page
  • Foto do escritorLiberto Alexandre Rodas Matos

Os principais sintomas da fibromialgia no corpo que você precisa conhecer


sintomas da fibromialgia no corpo
A fibromialgia é uma doença incapacitante com sintomas no corpo que variam de pessoa para pessoa. Neste artigo saiba com identifica-los para que possa conhecer melhor esta doença de reumático.

Você já ouviu falar de fibromialgia? Essa condição crônica, que afeta milhões de pessoas em todo o mundo, pode ser difícil de diagnosticar devido à sua natureza complexa. Os sintomas da fibromialgia no corpo podem variar de pessoa para pessoa, mas existem alguns sinais principais que você precisa conhecer.


A dor generalizada é um dos sintomas mais comuns da fibromialgia. Ela pode ser constante ou intermitente, e é frequentemente descrita como uma dor profunda e persistente em várias áreas do corpo. Além da dor, muitos pacientes também relatam fadiga extrema, rigidez muscular, distúrbios do sono e problemas cognitivos, conhecidos como "névoa cerebral".


Embora os médicos ainda não tenham identificado a causa exata da fibromialgia, acredita-se que fatores genéticos, traumas físicos ou emocionais e distúrbios do sono possam estar relacionados ao desenvolvimento da doença. É importante que as pessoas que apresentem estes sintomas procurem um médico para obter um diagnóstico adequado e um plano de tratamento.


Neste artigo, vamos explorar em detalhes os principais sintomas da fibromialgia no corpo, para que você possa estar ciente dos sinais a serem observados. Compreender esses sintomas é o primeiro passo para lidar com a fibromialgia e buscar o tratamento adequado.



O que é a fibromialgia?

A fibromialgia é uma condição médica crônica caracterizada por dor generalizada e sensibilidade nos músculos, tendões e ligamentos do corpo. É considerada uma síndrome, o que significa que envolve uma variedade de sintomas que ocorrem em conjunto. Os principais sintomas da fibromialgia incluem:


Dor generalizada

Como mencionado anteriormente, a dor generalizada é um dos sintomas mais característicos da fibromialgia. Ela pode afetar várias áreas do corpo, como músculos, articulações e tecidos moles. A intensidade e a localização da dor podem variar de pessoa para pessoa.


Fadiga extrema

A fadiga é outro sintoma comum da fibromialgia. Os pacientes podem se sentir constantemente cansados, mesmo após um longo período de repouso. A fadiga pode interferir nas atividades diárias e afetar a qualidade de vida.


Problemas de sono

Distúrbios do sono são frequentemente relatados por pessoas com fibromialgia. Isso pode incluir dificuldade em adormecer, acordar frequentemente durante a noite ou ter sono não reparador. A falta de sono adequado pode agravar outros sintomas da doença.


Rigidez muscular

A rigidez muscular é comum na fibromialgia e pode afetar tanto os músculos grandes quanto os pequenos. Os pacientes podem sentir dificuldade em se movimentar após períodos prolongados de inatividade, como acordar de manhã ou ficar sentado por muito tempo.


Dores de cabeça

Dores de cabeça frequentes, como enxaquecas ou dores tensionais, também podem ser um sintoma da fibromialgia. Essas dores podem ser intensas e persistentes, afetando a qualidade de vida dos pacientes.


Compreender as causas da fibromialgia

A causa exata da fibromialgia não é completamente compreendida, mas parece envolver uma combinação de fatores genéticos, ambientais e neurobiológicos. Não existe um teste específico para diagnosticar a fibromialgia, portanto, o diagnóstico geralmente é feito com base nos sintomas e na exclusão de outras condições médicas que possam causar sintomas semelhantes:


Depressão

A depressão é comum em pessoas com fibromialgia. A dor crônica e os outros sintomas podem levar a sentimentos de tristeza, desesperança e falta de prazer nas atividades diárias. É importante buscar apoio emocional e tratamento adequado para a depressão, além do tratamento da fibromialgia.


Ansiedade

A ansiedade é outra condição mental comumente associada à fibromialgia. Os pacientes podem sentir preocupação excessiva, tensão e medo em relação à sua saúde e ao futuro. A terapia cognitivo-comportamental e outras técnicas de gerenciamento do stress podem ajudar a controlar a ansiedade.


Problemas de memória e concentração

Conhecido como "névoa cerebral", os problemas de memória e concentração são comuns em pessoas com fibromialgia. Os pacientes podem ter dificuldade em se lembrar de informações recentes, manter o foco em tarefas ou processar informações rapidamente.


É importante destacar que os sintomas podem variar em intensidade e duração de pessoa para pessoa. Além disso, cada paciente pode apresentar uma combinação única de sintomas físicos, emocionais e mentais.



Diagnóstico da fibromialgia

Devido à complexidade dos sintomas da fibromialgia e à falta de exames específicos para diagnosticar a doença, o diagnóstico pode ser desafiador. Os médicos geralmente baseiam o diagnóstico nos sintomas relatados pelo paciente e em uma avaliação física.

pontos gatilho fibromialgia
Estes são os 18 pontos gatilho usados para o diagnóstico da fibromialgia

Para ser diagnosticado com fibromialgia, um paciente deve ter dor generalizada por pelo menos três meses e apresentar sensibilidade em pelo menos 11 dos 18 pontos específicos do corpo conhecidos como "pontos gatilho". Esses pontos de tender incluem áreas como pescoço, ombros, costelas, quadril e joelhos.


Além disso, o médico pode solicitar exames de sangue para descartar outras condições que podem ter sintomas semelhantes, como artrite reumatoide ou hipotireoidismo.


"A fibromialgia é uma doença que resulta do bloqueio da energia do fígado e vesícula biliar, e em geral, todos os doentes de fibromialgia apresentam problemas digestivos a nível destes orgãos. Quando o tratamento da fibromialgia envolve o desbloqueio do fígado e vesícula biliar o doente melhora significativamente dos sintomas da fibromialgia no corpo" - Dr. Liberto Matos, biomédico especialista no tratamento da fibromialgia com acupuntura bioenergética e moxabustão.

Opções de tratamento para fibromialgia

Embora a fibromialgia seja uma doença crônica sem cura, existem opções de tratamento disponíveis para ajudar a controlar os sintomas e melhorar a qualidade de vida dos pacientes. O tratamento geralmente envolve uma abordagem multidisciplinar, combinando medicamentos, terapias não medicamentosas e mudanças no estilo de vida.


Medicamentos

Os medicamentos podem ser prescritos para aliviar a dor, melhorar o sono e reduzir outros sintomas da fibromialgia. Isso pode incluir analgésicos, relaxantes musculares, antidepressivos e medicamentos específicos para melhorar o sono.


Os medicamentos devem ser prescritos por médico especialista em reumatologia e devem ser tomados durante um curto periodo de tempo, para amenizar as crises de dor, pois possuem muitos efeitos secundários.


A terapia medicamentosa deve ser tomada em simultaneo com a realização outras terapias, com o objetivo de reduzir gradualmente o consumo de drogas alopáticas.


Terapias não medicamentosas

Terapias complementares e alternativas, como acupuntura, medicina quântica, massagem, fisioterapia, terapia cognitivo-comportamental e osteopatia podem ser úteis no gerenciamento da fibromialgia. Essas terapias podem ajudar a reduzir a dor, melhorar o sono e promover o relaxamento.


Mudanças no estilo de vida

Fazer mudanças no estilo de vida pode ter um impacto significativo nos sintomas da fibromialgia. Isso pode incluir a prática regular de exercícios físicos de baixo impacto, como caminhadas ou ioga, melhorando a qualidade do sono, gerenciando o estresse e adotando uma dieta equilibrada e saudável.


É importante lembrar que o tratamento da fibromialgia é altamente individualizado. O que funciona para uma pessoa pode não funcionar para outra. É essencial trabalhar em conjunto com uma equipa médica para encontrar as melhores opções de tratamento para si.


 

Quer tratar eficazmente a fibromialgia? Clique neste link e conheça o tratamento mais para esta doença de reumático.

 

Mudanças no estilo de vida para gerenciar os sintomas da fibromialgia

Além do tratamento médico, fazer mudanças no estilo de vida pode ser fundamental para gerenciar os sintomas da fibromialgia e melhorar a qualidade de vida. Aqui estão algumas dicas que podem ser úteis:


Exercícios físicos regulares

A prática regular de exercícios de baixo impacto, como caminhadas, natação ou ioga, pode ajudar a reduzir a dor, melhorar a função muscular e promover o bem-estar geral. É importante começar devagar e aumentar gradualmente a intensidade dos exercícios.


Melhorando a qualidade do sono

Estabelecer uma rotina de sono regular e criar um ambiente propício ao sono pode ajudar a melhorar a qualidade do sono. Isso inclui ter um quarto escuro e silencioso, sem smartphones ou tablets por perto, evitar cafeína antes de dormir e praticar técnicas de relaxamento, como meditação ou respiração profunda.


Gerenciando o stress

O stress pode desencadear ou agravar os sintomas da fibromialgia. Encontrar maneiras eficazes de gerenciar o stress, como praticar técnicas de relaxamento, fazer atividades prazerosas, como hobbies ou passatempos, e estabelecer limites saudáveis, pode ajudar a reduzir os sintomas.


Adotando uma dieta equilibrada e saudável

Uma dieta saudável e equilibrada pode ajudar a manter um peso saudável e fornecer os nutrientes necessários para o bom funcionamento do corpo. Evitar alimentos processados, açúcares refinados e cafeína e bebidas alcoolicas em excesso pode reduzir a inflamação e melhorar os sintomas da fibromialgia.


Descanso adequado

Descansar o suficiente é essencial para permitir que o corpo se recupere e repare. É importante ouvir o corpo e descansar quando necessário, evitando o excesso de atividades físicas e mentais.



Conclusão

A fibromialgia é uma condição crônica complexa que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. Caracterizada por uma ampla gama de sintomas, pode ser difícil de diagnosticar e tratar. No entanto, entender os principais sintomas da fibromialgia no corpo é o primeiro passo para buscar um diagnóstico adequado e um plano de tratamento eficaz.


Se você está enfrentando sintomas como dor generalizada, fadiga extrema, problemas de sono e dificuldades cognitivas, é importante que você consulte um médico para uma avaliação completa. O diagnóstico precoce e o tratamento adequado podem ajudar a melhorar a qualidade de vida e o bem-estar geral.


Além do tratamento médico, fazer mudanças no estilo de vida, buscar apoio emocional e educar-se sobre a doença podem ser fundamentais para gerenciar os sintomas da fibromialgia.

Comments


bottom of page